terça-feira, 5 de janeiro de 2016

R2N no Medium


A R2N amplia o seu alcance nas redes sociais. Além do Facebook, Blog e LinkedIn, estamos agora no Medium.

O Medium é uma mistura de blog e rede sociais, na qual o usuário recebe um newsletter diário com sugestões de textos a partir dos interesses do mesmo.



quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Residência DT - Jacareí/SP - 2015





Residência elaborada para um jovem casal residente na Grande São Paulo e que buscam um projeto econômico e de rápida execução, pensando na necessidade de mudança imediata. O lote está situado em um condomínio fechado com vista para a Serra da Mantiqueira, em uma região composta por acentuado relevo com mata preservada e hidrografia diversificada, como nascentes e lagos, no entorno.



A habitação proposta acomoda-se ao declive acentuado do lote por meio de três patamares alocados sobre o terreno, sendo que a distribuição do programa privilegia o perfil natural do lote e três situações distintas: a área de convivência voltada para norte com a paisagem montanhosa da serra emoldurada ao fundo; o setor íntimo voltado para a orientação mais favorável a leste no patamar intermediário, disposição essa que cria um pátio interno; e o patamar inferior que comporta a área de lazer e a piscina.










A construção foi pensada em duas etapas complementares: na primeira fase todo serviço moldado in loco como fundações, arrimos, lajes de piso e piscina em concreto armado, serviços que servem como gabarito e preparam o canteiro para a montagem da fase posterior, totalmente industrializada. Na segunda etapa executam-se os serviços pré-fabricados, como montagem da estrutura metálica – compondo peças leves e de fácil manejo - em perfis comerciais, lajes em painel treliçado, fechamentos externos em painéis leves e telhas metálicas e divisórias internas em sistema drywall.









Área do lote: 1000m²
Área construída: 325m²

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Casa Pátio no Bosque da Saúde - São Paulo/SP - 2015


Recebemos essa solicitação de um casal que tinha a intenção de reformar sua casa que sofria problemas de infiltração e percolação decorrentes das fortes chuvas durante o verão. A precariedade da autoconstrução e ausência de manutenção já interferiam na salubridade da habitação. 

Porém a maior condicionante era a restrição orçamentária, a qual exigia soluções  de  baixo  custo  e  além  do  fator  da  diferença  de  nível  para  os  lotes  lindeiros,  o  qual estabeleceu muros de arrimo em todo perímetro confrontante aos vizinhos.





Sendo  assim  qualquer  demolição  deveria  ser  pensada de  forma  cuidadosa  no  intuito  de  evitar problemas  estruturais  no  entorno.  Como  a  casa  estava  comprometida  em  quase  sua  totalidade, partimos do pressuposto de sua demolição e execução de uma nova edificação. Para isso optamos pela estrutura metálica com lajes pré-moldadas, solução de rápida execução e o núcleo hidráulico em alvenaria estrutural, dispensando o uso de formas e escoramentos, ao mesmo tempo em que garante o contraventamento dos perfis metálicos.




A casa está implantada no fundo de um lote de 5m de largura por 30m de profundidade, o qual já possui outra residência utilizada pela família do casal. A área de intervenção é pequena, 5m por 11m, e caracterizada por possuir pequenos platôs que, após a análise, decidimos manter intactos, pois qualquer movimento de terras poderia interferir nos vizinhos.

O programa dispões de uma casa em 3 níveis com cozinha, jantar, estar, home office e lavabo integrados no nível térreo. Um pátio interno ao fundo da edificação garante a função essencial de ventilar e iluminar todos os ambientes. Pelo extenso programa social em uma área tão pequena, preferimos integrar as diferentes atividades em um único ambiente, proporcionando uma melhor sensação de amplitude do espaço.

No pavimento superior está disposta a área íntima da residência, com a suíte do casal e dormitórios das crianças e no nível acima encontra-se o terraço com área interna e externa para churrasco além de uma sala de estar que ocasionalmente pode reverter em suíte para hóspedes.

Externamente foi utilizado brises na fachada principal, voltada ao noroeste, controlando o excesso de insolação dessa face. Estes elementos conferem a residência uma unidade plástica e ressalta a diferença entre a construção existente e a nova a ser construída.








Área do lote: 150m²
Área de demolição: 48.6m²
Área construída: 113m²

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Centro Comercial Pompéia - 2015


Estudo Preliminar para um Centro Comercial no bairro da Vila Madalena, na bifurcação da Av. Pompéia com a Rua Nestor Vitor, próximo à Rua Heitor Penteado. A solicitação do cliente era manter o estacionamento existente, porém acrescentando um novo uso ao lote, usando o potencial construtivo básico com possibilidade de atingir o máximo futuramente. Com essas condicionantes em mãos iniciamos uma prospecção no intuito de encontrarmos o uso mais indicado para a região, sendo assim a região apresentou características diversificadas e vocação para comércio e serviços por estar próximo de residências e escritórios.











Como estratégia de ocupação procuramos seguir o gabarito baixo do entorno na base do edifício, mantendo o estacionamento, porém em um nível mais baixo e resguardado, criando um patamar entre as diferenças de níveis das ruas perimetrais, esse espaço organizou e potencializou o número de vagas solicitadas, além de permitir que o térreo fosse ocupado por lojas e serviços, sendo uma extensão do espaço público, interligando as ruas através de sua circulação interna que extrapola aos acessos das ruas circundantes, convidado o pedestre.




No nível superior, acessado através da calma rua Nestor Vitor fora locado os escritórios, tirando partido do fato de estarem mais afastados do intenso tráfego da avenida Pompéia, aliado à vegetação existente, criando um ambiente propício para o programa de salas comerciais.

sexta-feira, 6 de março de 2015

Mercado Container – Santo Antônio do Pinhal/SP - 2015


Santo Antônio do Pinhal vem despontando como destino turístico da Serra da Mantiqueira, sendo uma alternativa para quem não quer a badalação da vizinha Campos do Jordão e um ar mais interiorano, a cidade é uma opção, não apenas no inverno - com suas pousadas e hotéis-fazendas, mas em todo ano, com atrações que incluem cachoeiras, trilhas e a produção de orquídeas.

Notando este movimento, um jovem casal observou que a cidade não dispõe de um mercado que atenda o turista em compras rápidas e pontuais, resolveram estabelecer um pequeno mercado na cidade, com uma proposta de atendimento diferente de seus concorrentes.

A demanda era construir em um terreno de 168m² um pequeno mercado com sobreloja e um apartamento. O apartamento é necessário para a avó da esposa, que atualmente reside no local. Devido essas condições, as obras do mercado deveriam ser distribuídas em etapas que não exigissem a retirada da matriarca da família por um longo tempo.


Com estas condicionantes, propusemos que a construção do mercado multifuncional fosse em materiais secos e pré-fabricados. Optamos pela estrutura metálica no térreo e, com a demanda que a avó não poderia se ausentar por muito tempo, por possuir ligações afetivas com o lugar, preferirmos utilizar containers no pavimento superior.

A escolha dos containers se deve a sua resistência estrutural, ao mesmo tempo que sua área útil atende o programa de usos dos clientes além da agilidade de transporte e montagem, bastando apenas que as estruturas de base estejam finalizadas. Decidimos também pela capacidade de criar uma identidade única não só para o mercado, mas para Santo Antônio do Pinhal, onde os containers serão assimilados com o mercado na qual estão instalados.

Seguindo as premissas do casal, o mercado é dedicado aos produtos secos e embalados, com produtos de maior valor agregado no pavimento superior, enquanto que no térreo ficam os produtos mais cotidianos e uma cafeteria. Adotamos móveis e painéis de madeira afim de criar conforto e sensação de aconchego por parte dos clientes e funcionários. As instalações são aparentes o que facilita a manutenção e barateia o custo geral.

Na área externa lateral fica o espaço dedicado às frutas e hortaliças, com iluminação zenital em toda sua extensão e a empena da divisa vizinha será transformada em um grande painel verde, ajudando a reduzir a temperatura no local.

Ao fundo na face oeste, foram planejados pergolados para reduzir a incidência solar, enquanto que sobre os containers, será empregado argila expandida além de medidas como ventilação cruzada e uso de isolamento termo acústico entre as faces externas dos containers e paredes de drywall, tendo o objetivo de redução da temperatura interna nos containers.











As 4 unidades de containers, serão destinadas metade para o mercado e escritório, e a outra fração destinada à habitação. Esta habitação terá uma suíte com terraço na qual as portas dos containers serão utilizadas como fechamento à noite. Na área social, a cozinha e a sala são unificadas, criando um ambiente único e aumentando a percepção de amplitude de espaço no local.

O mercado container será implantado a poucos metros da rodoviária local, em um leve aclive em relação à este edifício. Com esta situação topográfica e a utilização de containers, acreditamos que o mercado será o primeiro cartão de visitas para quem chega na cidade, além de evidenciar a ideia do jovem casal por trás do empreendimento: a criação de um serviço diferencial para os turistas e para a cidade de Santo Antônio do Pinhal.













Área do terreno: 168m²
Área construída: 266,6m²